fbpx

Sintomas da menopausa. Descubra como ameniza-los.

Sintomas da menopausa. Assim como a menarca — primeira menstruação, a menopausa, — a última menstruação, é uma fase natural importante na vida da mulher.

Muitas são as queixas de quem está passando por esse período: fogachos, irritabilidade, perda de cabelos, insônia e ganho de peso são alguns sintomas que tornam a menopausa uma etapa complexa de ser superada, tanto emocional quanto fisicamente.

Porém, é possível torná-la mais leve e cheia de qualidade de vida. Alguns passos simples como mudanças de hábitos, alimentação saudável e suplementação natural podem amenizar os sintomas da menopausa e te ajudar a superá-la com mais facilidade. Confira nossas dicas!

A menopausa

É o momento compreendido após a última menstruação da mulher e só pode ser de fato diagnosticada depois de um ano do último fluxo. Durante essa fase, estão cessando os ciclos ovulatórios e, como consequência, os menstruais.

O intervalo de transição entre as etapas reprodutiva e não reprodutiva da mulher, que antecede a menopausa, é conhecido como climatério. Nesse período, o corpo deixa de produzir os hormônios estrogênio e progesterona, o que leva a uma série de alterações e os famosos sintomas desagradáveis típicos desse momento.

Não há uma idade certa para que ocorra a menopausa, porém, em média, as mulheres entram neste estágio da vida entre 45 e 55 anos. Aquelas que apresentam o quadro antes dos 45 anos, vivem a chamada menopausa precoce, que pode acontecer tanto de forma espontânea quanto cirúrgica — após a retirada dos ovários e útero.

Sintomas da menopausa

As alterações hormonais são as principais responsáveis pelos sintomas da menopausa. Um dos principais sinais da chegada dela é a mudança do fluxo menstrual, que tende a reduzir e ficar cada vez mais espaçado.

Entre os sintomas físicos e comportamentais dessa fase estão:

  • ressecamento vaginal;

  • aumento de peso;

  • insônia;

  • sudorese noturna;

  • fogachos (ondas de calor);

  • diminuição da libido;

  • perda óssea (tendência à osteoporose);

  • depressão e ansiedade;

  • aumento do risco de doenças cardiovasculares.

Redução dos sintomas da menopausa

É fato que nem todas as mulheres vivem os sintomas da menopausa, mas cerca de ⅔ delas se queixam de algum mal-estar nessa época da vida.

Sabendo disso, separamos 7 dicas que vão te ajudar a superar essas sensações desagradáveis e a passar por esse período com melhor qualidade de vida e saúde. Acompanhe!

1. Aposte em alimentos ricos em cálcio e vitamina D

A menopausa pode causar o enfraquecimento dos ossos, aumentando o risco de osteoporose. Por isso, é fundamental investir em alimentos ricos em cálcio e vitamina D que contribuem para a boa saúde óssea.

No grupo do cálcio estão alimentos como leite, iogurte e queijo, folhosos como couve e espinafre, além de feijão e sardinha.

A principal fonte de vitamina D é a luz solar. Porém, à medida que envelhece, a pele se torna menos eficiente na produção dessa vitamina, portanto certifique-se de se expor ao sol diariamente entre às 7h e 10h da manhã.

Inclua na dieta: peixes, ovos e óleo de fígado de bacalhau. A suplementação desse nutriente pode ser fundamental nessa fase da vida.

2. Tenha uma rotina de exercícios físicos

A prática diária de exercícios contribui não somente com a saúde física, mas também com a mental. Eles ajudam o metabolismo, regulam o sono, reduzem o estresse, melhoram as articulações e os ossos ficam mais saudáveis.

Além disso, são um ótimo antídoto para a depressão, ansiedade e má circulação, isso sem falar na proteção contra doenças como hipertensão, diabetes tipo 2 e obesidade.

Sendo assim, pratique pelo menos 30 minutos de atividades como caminhada, hidroginástica, pilates, yoga, ciclismo e/ou natação, no mínimo cinco dias na semana (comece com duas vezes na semana e gradualmente aumente a quantidade).

3. Estimule o cérebro

As falhas de memória podem ser bem típicas desse período de vida da mulher. Para evitar esse inconveniente, exercite o cérebro tanto quanto possível: palavras cruzadas, sudoku, jogos da memória e leitura são ótimos exercícios que, além de divertidos, ajudam a manter a mente sempre alerta.

4. Evite bebidas alcoólicas, gorduras saturadas e processados

Bebidas alcoólicas e gorduras saturadas (presentes em carnes, chocolate e sorvetes cremosos, por exemplo), assim como alimentos à base de cafeína e condimentados devem ser evitados. Por serem de difícil digestão, podem agravar ainda mais os sintomas predominantes nesse período.

5. Hidrate-se

Não é raro que as mulheres na menopausa apresentem quadros de desidratação, devido à redução dos níveis de estrogênio. Por isso, é fundamental beber pelo menos 8 copos de água por dia para reduzir os riscos e o inchaço provenientes das alterações hormonais.

A água ainda é uma excelente aliada contra o ganho de peso, já que causa sensação de saciedade e aumenta o metabolismo.

6. Faça suplementação

Os suplementos naturais também ajudam muito a superar os sintomas da menopausa e a vivenciar essa fase com mais qualidade de vida. Os principais suplementos indicados para esse período são:

  • cálcio: mantém os ossos fortes e saudáveis. Dose recomendada: cerca de 1,2g por dia.

  • magnésio: deve ser tomado para garantir a absorção do cálcio, além de reduzir o risco de doenças cardiovasculares e baixar a pressão arterial;

  • vitamina E: ajuda no combate aos fogachos, ao ressecamento vaginal e contribui para a saúde da pele, unhas e cabelos;

  • óleo de prímula: rico em ácidos graxos essenciais, atua na regulação hormonal feminina, controle do colesterol e pressão arterial;

  • fitoestrogênios: substâncias de origem vegetal com atividades estrogênicas. Os isoflavonóides são um dos principais grupos. Podem ser consumidos pela alimentação, com a soja, por exemplo, ou por suplementos como extrato de trevo vermelho.

7. Invista em uma dieta equilibrada

A dieta da mulher na menopausa deve ser de baixo teor calórico, com boas fontes de proteína e cálcio para manutenção dos músculos e ossos.

Inclua na sua dieta alimentos como legumes, hortaliças e frutas frescas, principalmente as cítricas, folhosos verde-escuro como brócolis, couve e espinafre, soja, inhame, grão de bico, linhaça, trigo integral e semente de abóbora, peixes e frutos secos, além de azeite e cereais como arroz, batata e massas integrais.

Tratamento e importância dos cuidados médicos

A menopausa é um período de transição em que o metabolismo tem seu funcionamento reduzido, por isso o ganho de peso, aumento do colesterol e pressão arterial são riscos que devem ser observados atentamente.

É importante que a mulher seja acompanhada de perto por médicos como ginecologista e cardiologista. Esses profissionais serão capazes de orientar a prática de exercícios e dietas mais adequadas para cada perfil.

Em casos de baixa autoestima, depressão e outros distúrbios de comportamento, o psicólogo e, porventura, o psiquiatra serão um suporte mais do que necessário para superar os desafios dessa fase.

Viu só como é possível passar pela menopausa com saúde e bem-estar? Com mudanças simples de hábito e estilo de vida, pode-se aliviar os efeitos desse período.

E para quem busca amenizar os sintomas da menopausa, o Nat Femme é a escolha certa! Um mix de óleos de linhaça, prímula, borragem, vitaminas e minerais que atenua os sintomas pré-menstruais e da menopausa, reduz a acne, previne tromboses, doenças cardiovasculares e a neuropatia diabética.

Conheça e supere a menopausa com mais tranquilidade e qualidade de vida!

About the author

Luiz Cláudio

Farmacêutico. Com 23 anos de experiência de mercado. Apaixonado por levar mais saúde e qualidade de vida as pessoas. CEO da Nat Vita Suplementos Saudáveis.

Copyright © 2014. Created by Meks. Powered by WordPress.

Share This